domingo, 8 de março de 2009

Diante de você


Em exuberância
me mostro, me encosto
Te enrosco

Entre curvas
perdidas de beldade esplêndida
Te laço e cerco
Seu ser endeusado

Que com mãos fortes
me agarra, me enxuga
Me aperta

Da tua pele
O cheiro
Com gosto e ardor

Malagueta
Você
Pimenta
Eu


Nega Rosa
in Volúpia

5 comentários:

Volúpia disse...

SURPRESA!

Gostou do poema?!
Todinho seu!

Quanto ao seu blog. Gostei da cor.. só não gostei muito deste azulzão dos links e a imagem, nao gostei muito da cor do Escrito a corpos nus. O resto ta perfeito.. a imagem ta bem erotica.

Xupadinhas... amo-te!

Escorpiana disse...

Ai, que delíica de poema.
Até me senti enroscada! rs :)
Bjooos!

Feiticeira disse...

Vim agradeçer a visita...
Amei seu blog...
Bjs...

Dando a Bunda pra Bater disse...

Seu modo de escrever me lembra uma pessoa...mas deixa assim.

Abraços,

Enfil

Madame disse...

"Agora so falta postar as diquinhas do ORAL NELAS tb, pra eu poder retribuir a altura, pq eu adoro fazer oral na minha volupia."

Querido vc está indo e eu ja estou voltando!! ando rápida no gatilho! rs

olhe aqui:

http://aquieuconto.blogspot.com/2009/02/oral-nelas_09.html


Depois me conta tudo! A Volúpia vai me agradecer...rs

Mordidas!